sexta-feira, 29 de novembro de 2013

O MISTÉRIO DAS FADAS DE COTTINGLEY

Texto de Lilly Rose inspirado e adaptado de Edward L. Gardner, “Fotos de Fadas (as fotografias de Cottingley)”, Editora Teosófica, 1982, Geoffrey Hodson, “ O Reino dos Devas e dos Espíritos da
 Natureza “, Editora Pensamento, 1999.  Sites: cottingley.net, wikipedia.org.
Fonte das Imagens: em ordem sequencial ao final deste post.

O MISTÉRIO DAS FADAS DE COTTINGLEY


A pequena Francis Griffiths e suas Fadas no Riacho de Cottingley, Inglaterra, 1917. 

No Ano de 1917 duas meninas inglesas de Yorkshire, as primas Elsie Wright (12 anos) e Francis Griffiths (8 anos), fotografaram num belo riacho do Vale de Cottingley, criaturas aparentemente não humanas. As imagens supostamente seriam de graciosas fadas. 

Segundo teosofistas e clarividentes, adolescentes sobretudo meninas, muitas vezes podem desenvolver mediunidade e clarividência involuntárias.


Da esquerda para a direita: Francis e Elsie no Riacho de Cottingley onde primeiramente teriam visualizado suas Fadas, Ano de 1921. 
A segunda imagem mostra o mesmo Riacho de Cottingley, nos dia atuais.  

A mãe de Elsie, Polly Wrigth, freqüentadora da Sociedade de Teosofia local, entusiasmada com as imagens, encaminhou-as então para o renomado teosofista inglês, Edward L. Gardner.

Este por sua vez mostrou-as ao escritor Sir Arthur Conan Doyle.
O criador do famoso investigador "Sherlock Holmes", tornara-se simpatizante do Espiritualismo e Teosofia.  E ficou totalmente fascinado com as fotos.
Por estas e outras razões, apoiou firmemente a veracidade das imagens que Edward Gardner lhe mostrou.
E ainda fez questão de conhecer pessoalmente as pequenas Elsie e Francis em Cottingley, ao lado de Gardner.

Da esquerda para a direita:  O Escritor Sir Arthur Conan Doyle
 e o Teosofista Edward Lewis Gardner.

Juntos, estes dois renomados cavalheiros ingleses passaram boa parte de suas vidas tentando comprovar a autenticidade das 2 fotos iniciais ( feitas em 1917), e de outras 3 que seriam obtidas mais tarde no ano de 1920, no mesmo Vale de Cottingley, por Elsie e Francis.

Doyle e Gardner, levaram os negativos das imagens obtidas pelas meninas p/serem analisados pelos melhores especialistas em fotografia da época.
O primeiro perito escolhido foi um renomado fotógrafo e ampliador comercial inglês,
 Mr. Harold. Snellin, morador de Wealstone - Middx.

Snellin examinou detalhadamente os negativos e concluiu que tratavam-se de imagens de
 exposição única, sem retoques. 
E de seu trabalho, surgiria  um certificado  de autenticidade às fotos de Elsie e Francis.  
Em seguida, Doyle e Gardner encaminharam novamente os negativos à equipe do então dono e fundador da Kodak, Mr. Eastman Kodak.
Seus peritos não conseguiram comprovar falhas técnicas nas 5 imagens obtidas,
 que foram analisadas minuciosamente pela equipe Kodak.

Mesmo assim a Empresa manteve prudência e cautela. 
Ou seja, não quis comprometer-se com tamanha polêmica, e na ocasião não deu um certificado de autenticidade às fotos.
Mas não têve como negar que as imagens eram o resultado de exposições simples (únicas), com chapas sem sinais de falsificação. 
Contudo, não descartou a hipótese de que as meninas poderiam ter recebido o auxílio de algum perito habilidoso em montagens fotográficas.
Esta hipótese  foi logo descartada por teosofistas e o público em geral, que de fato apaixonaram-se pelas imagens e suas pequeninas autoras.

Com certeza , Elsie e Francis em sua inocência jamais imaginariam a repercussão que suas fotos
trariam ao mundo.
 Imagens feitas por duas meninas que simplesmente amavam fadas...

Graças à influência de Sir. A.Conan Doyle as fotos foram publicadas em revistas populares da época  (como a  The Strand Magazine), e as imagens tornaram-se mundialmente conhecidas.


Da esquerda para a direita: Capa da popular revista inglesa "The Strand Magazine"
publicada em 20 de Dezembro de 1920, esta edição trazia as 2 primeiras fotos de Fadas , feitas por
Elsie e Francis em 1917.
  A segunda capa, publicada Março de 1921, trazia as 3 novas e últimas fotos de Fadas, feitas por Elsie e Francis em 1920.  Nas edições da "The Strand Magazine",
 a verdadeira identidade das meninas e o local onde moravam,  foram preservados.
A terceira capa refere-se ao livro de Sir Arthur Conan Doyle, publicado em 1922, na obra ele escreve sobre o tema das Fadas, inspirando-se claramente nas fotos de Elsie e Francis.
     
Doyle também escreveria um livro em 1922 sobre o tema, já com os nomes verdadeiros
 das meninas, com a permissão das respecitvas famílias.
A obra de Conan Doyle foi entitulada “The Coming of the Fairies”.
Toda esta exposição acabou colocando Yorkshire no mapa para sempre!
O outrora pacato Vale de Cottingley , rapidamente tornou-se local de visitação p/ curiosos, repórteres e estudiosos.
Elsie e Francis também eram facilmente reconhecidas pelo público através da imprensa.
Ambas foram consideradas autênticas videntes por E. L. Gardner e pelo clarividente Geoffrey Hodson. 
Este último também conheceu as meninas e têve certeza de que ambas possuíam dons de clarividência como relata em seu livro" O Reino dos Devas e Espíritos da Natureza".
E assim querendo ou não, as pequenas de Yorkshire tornaram-se famosas.

Desde então, as primas ficariam associadas às polêmicas fotos de Cottingley.
E estas imagens, afetariam para sempre o rumo de suas vidas.


Da esquerda para a direita: Elsie Wright em 1917,  em seguida, um modelo de câmera similar (Butcher 1/4)
  ao utilizado pelas meninas para fotografarem fadas. 
E em terceiro lugar, a pequena  Francis Griffiths em 1917.

Anos mais tarde já idosas, elas admitiram que as fotos eram apenas recortes de fadas em papelão, presas às folhagens com alfinetes.
Para os céticos isto foi o suficiente, mas para espiritualistas e o público, não.
Teosofistas e esoteristas que defendiam a veracidade destas fotos, acreditavam que Elsie e Francis assim procederam, para preservarem o Vale e suas Fadas, de curiosos e exploradores.

O tempo  passava. ...e fotógrafos, céticos e teosofistas não chegavam a uma conclusão. 
As opiniões sempre divergiam em algum ponto e as dúvidas persistiram por anos. 
E mesmo com a confissão de Elsie e Francis  já adultas,  o mistério continuou e agregou  
 também o fascínio que toda a história remetia. 


Uma  bela vista do arvoredo  próximo ao riacho de Cottingley,
 mostrando um  círculo ou anel de Fadas.

As imagens tocaram profundamente o imaginário coletivo britânico.
 Elas evocavam nas pessoas, esperança e pureza. 
Sentimentos adormecidos num período extremamente duro p/a Europa do começo do Seculo XX, 
a Primeira  Guerra Mundial.

Por esta e tantas outras razões,  as fotos das Fadas de Cottingley ainda hoje despertam encanto e suscitam intermináveis discussões.
E suas autoras, as primas Elsie (1901- 1988) e Francis (1907- 1986), para sempre serão lembradas como as delicadas inglesinhas que fotografaram Fadas.


AS FOTOS DAS FADAS DE COTTINGLEY FEITAS PELAS PRIMAS ELSIE E FRANCIS ENTRE 1917 A 1920


FOTOGRAFIA NÚMERO 1 - FRANCIS E AS FADAS


Fotografia tirada por Elsie, em julho de 1917. Câmera Midg Quarter. Distância aproximada: 
1 1/2 metros. Tempo: 1,5 m de segundo. Dia de Sol.


FOTOGRAFIA NÚMERO 2 - ELSIE E O GNOMO


Fotografia tirada por Francis, em Setembro de 1917. Câmera: Midg Quarter.

FOTOGRAFIA NÚMERO 3 - FRANCIS E A FADA SALTITANTE


Fotografia tirada por Elsie, em agosto de 1920. Câmera: Cameo Quarter.

FOTOGRAFIA NÚMERO 4 - FADA OFERECENDO UMA FLOR A ELSIE


Fotografia tirada por Francis em 1920. Câmera: Cameo Quarter.


FOTOGRAFIA NÚMERO 5 - AS FADAS E SEU BANHO DE SOL


Fotografia tirada por Elsie, em 1920. Câmera Cameo Quarter.

O.B.S: Se você gostou da fascinante história das Fadas de Cottingley acesse o Site
COTTINGLEY.NET
E assista também o filme“O Encanto das Fadas” (Fairy Tale: A True Story) produzido em 1997.

IMAGENS DO FILME "O ENCANTO DAS FADAS" ou "
FAIRY TALE: A TRUE STORY" - ANO DE PRODUÇÃO 1997


Elsie Wrigth (Atriz Florence Hoath) encontra a Rainha das Fadas, em seu quarto.



Francis Griffiths (Atriz Elizabeth Earl) encontra um Elemental das Águas no riacho de Cottingley.

FONTES DAS IMAGENS INSERIDAS NESTE POST EM ORDEM SEQUENCIAL

Arquivos de Lilly Rose, www.thegalaxyexpress.com, www.cottingley.net, www.enwikipedia.org, www.tswiki.net, www.worldpress.com, www.worldpress.com, www.worldpress.com,
 www.cottingley.net, www.cottingley.net, www.cottingley.net,
www.stone-circles.org.uk, Arquivos de Lilly Rose, Arquivos de Lilly Rose, Arquivos de Lilly Rose, Arquivos de Lilly Rose, Arquivos de Lilly Rose, www.cdnstatic.com, www.cdnstatic.com

Aromas de Rosas...
Lilly Rose