quinta-feira, 11 de outubro de 2012

VENHA SAUDAR A PRIMAVERA COM AS GRACIOSAS FADAS DAS FLORES

Texto de Lilly Rose. Inspirado e Adaptado de Alejandra Ramírez, El Gran Libro de Las Hadas, Editora Ibsa e www.en.wikipedia.org - Imagens todas da Autoria de Cicely Mary Barker, Fonte: www.worldpress.com

Imagem- Layout By Fairy

Dentre as diversas categorias de Fadas, uma das mais bela sem dúvida é a categoria das "Fadas das Flores".

Esta é composta por um numeroso grupo de Fadinhas de porte delicado e diminuto.
Por sua graciosidade e beleza infantis, provavelmente entre as Fadas, são as favoritas dos grandes artistas.

Durante séculos, as flores têm servido como ponte de união entre o mágico Mundo das Fadas e o Mundo dos Mortais.

Nas flores, mesclam-se beleza, cores e o perfume, tão apreciados por ambos os Mundos.

Fadas como nós Mortais, não resistem aos encantos das belas flores. - "The Heliotrope Fairy".

É tão grande a paixão que as Fadas sentem pelas flores, que elas não podem evitar os locais onde as mesmas se encontram.

Portanto, aqueles que desejarem atrair estas Fadinhas (para delas por exemplo, obter sorte) devem encher sua casa, com vistosos e coloridos arranjos florais.

As Fadas das Flores são representadas tal qual crianças de pouca idade.
Vestem-se com pétalas florais e possuem asas, semelhantes às de uma borboleta.
Às vezes, estes diminutos seres, usam também um pequeno chapéu; que não é nada mais que uma delicada flor, colocada sobre a cabeça.

Uma pequena Fada e seu belo chapéuzinho com pétala
de flores. - "The Canterbury Bell Fairy".

Embora algumas vezes façam isto para divertirem-se, não é um capricho que escolham pétalas de flores como vestido. Além da ernorme alegria que isto lhes traz, tal vestuário confunde-as com a Natureza. Desta forma, correm menor risco de serem descobertas pelo Ser Humano.

Dentro da grande variedade de flores, estas Fadinhas preferem aquelas de maior colorido. Neste grupo podemos destacar as rosas, lírios, margaridas, as campainhas ou sininhos e as violetas.

Fadas das Flores possuem asas semelhante às de uma borboleta. Esta acima, carrega alegremente suas flores favoritas, como as Margaridas.

A grande semelhança destes graciosos seres com crianças, estabelece com as mesmas, um vínculo muito especial.
Pois tal qual nossos pequenos, as Fadas da Flores são igualmente diminutas, ternas e inocentes.
Adoram brincar com pequenos animais, disfarçando-se por entre a relva, ou pulando e vibrando umas com as outras.

Três Fadinhas Bebês brincam com pequenos animais, por entre as flores.

São também mestras em confecionarem instrumentos musicais. Para aqueles que têm sorte é possivel vê-las então, cantando e dançando alegremente por entre as flores.

Uma Festiva Orquestra de Fadas das Flores. - "Fairies Orchertra"

O tamanho que apresentam, de facto é diminuto. No máximo com 4 cm de altura.
Em ocasiões de celebrações, pequenos grupos podem ser avistados, levantando suas mãozinhas, ou cantando em suas graciosas "orquestras".

A diminuta Fada Floral e sua amada Flor "Dente de Leão"

Além de possuírem um forte vínculo de proteção para com suas amadas flores, tais Fadinhas mantêm uma vida comunal. Seu entretenimento favorito é formarem círculos de músicas angelicais, alegres e coloridos.

Fadas divertem-se ao dançarem juntas, pois amam a vida comunal. - "Dancing Fairies"

Das flores, elas conhecem todos os seus segredos, bem como sua linguagem.
Comunicam-se com elas em sua própria língua.

Quando encontram alguém que julguem digno de sua confiança, partilham este conhecimento com o Homem.

Além da amarem as flores, Fadas Florais são muito zelosas com suas pequenas irmãzinhas. Desde cedo aprendem a linguagem e os segredos das Flores. - "The Sweet Pea, Fairies"

Explicando-lhe poderes mágicos, efeitos curativos, ou ensinando-lhe algum feitiço, que tenham aprendido das Bruxas.

Normalmente cada Fadinha escolhe uma flor, com a qual mais se identifica.
Feita a escolha irá enfeitar seu corpo com as petálas da referida flor. À noite, a mesma será seu aconchegante leito. E ao amanhecer, despertará com o orvalho.

O amor de uma Fada por sua Flor predileta, é sempre um momento de grande doçura e magia.- "The Rose Fairy".

Este é o gracioso ciclo de vida de uma Fada das Flores. Ele finda-se apenas quando o corpo da referida Fadinha estiver pronto para galgar mais um degrau, na Hierarquia Etérica.


CICELY MARY BARKER (28/06/1895 - 16/02/1973)

Cicely Mary Barker, a ilustradora de Fadas inglesa, mais famosa do Século XX.

Imagem-Layout By Fairy
 
   CONHEÇA O MÁGICO MUNDO DE CICELY MARY BARKER
       BASTA CLICAR   
AQUI 

A inglesa Cicely Mary Barker tornou-se no início do Século XX, mundialmente conhecida por suas belas ilustrações sobre Fadas e Flores.

Também nos dias atuais, suas obra são amplamente apreciadas por adultos e crianças.
E utilizadas em livros do gênero infanto-juvenil, quando os temas são fadas ou flores.

Com um talento nato para o desenho, a então menina Cicely fez um curso de ilustrações por correspondência, na Escola Croydon de Arte.

Seu primeiro trabalho profisssional consistiu em criar delicados cartões e ilustrações, para revistas juvenis.

O sucesso e aceitação foram tamanhos, que logo Barker lançaria seu primeiro livro.
Este chamou-se "Fadas das Flores da Primavera" e foi publicado no ano de 1923.

A primeira grande publicação de Cicely Barker, seu livro
"Flower Fairies of The Spring".

A partir de então, dezenas de livros similares foram publicados por Cicely, nas décadas seguintes. Um merecido destaque para: Fadas das Flores do Verão, do Outono e do Inverno.

O traçado de seus desenhos tornou-se clássico, suave, gracioso e inconfundível.
Até hoje, muitos livros sobre Fadas, apresentam as famosas ilustrações da talentosa Cicely Mary Barker.


Aromas de Rosas...

Lilly Rose


segunda-feira, 17 de setembro de 2012

AGRADECENDO O PRESENTE DA PRESENÇA - TEXTO DE WAGNER BORGES


Introdução de Lilly Rose - Texto "O Presente da Presença", Autor Wagner Borges- Imagens Fonte: Casinha Das Gifs

Bom dia queridos Elfos e Fadas. Como é bom iniciar o dia agradecendo ao invés de pedir. Estamos habituados a pedir, e como pedimos, mesmo que inconscientemente. Um defeito do Ser Humano por certo.

Observo os seres que mais me encantam no Reino Etérico, as Fadas. Elas como outros de sua condição, pouco pedem, apenas oferecem seus dons e trabalho à Mãe Natureza.

E como são agradecidos aos Mortais, que aprendem a respeitar nosso Planeta.
Pois hoje através das sábias e singelas palavras de WAGNER BORGES venho como fazem há seculos os Seres Etéricos.
Venho agradecer à Presença (metáfora celta para o Todo que está em tudo).

PRESENTE DA PRESENÇA


Eterna Presença
Recebo, com gratidão, este dia, com sua luz e seu aprendizado.
Nos tempos antigos, eu não sabia reconhecer o dom da vida.
Mas aprendi a valorizar o presente.

Aprendi que cada dia é um novo recomeço.
Cada dia tem sua lição e seu propósito.
Para cada aurora, uma nova canção.
Para cada crepúsculo, uma nova reflexão.

Para cada noite, o repouso e a renovação das forças.
E mais: em cada noite, no sono do corpo, uma viagem da alma...
Para além dos sentidos, outros mundos, sutis...
Neles, outros amigos e outras grandezas.

E eu a agradeço, terna Presença, por todos esses presentes.
Pelas pessoas queridas e pelos amigos verdadeiros, presentes de cada dia.
Com gratidão, recebo este dia como mais um presente.
Por tudo que amo.

Pelos seres queridos.
Pelos amigos.
Pelos avós e pais.
Pelos filhos.
Pela vida.

Que este dia, com suas lições e chamados, seja auspicioso!
Eterna (e terna) Presença, valeu!

AUTOR WAGNER BORGES

Aromas de Rosas...

Lilly Rose

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

NOVIDADES LITERÁRIAS DIRETO DO REINO "LINHAS TORTAS" - "O TRONO SEM REI" E " OS DRAGÕES DE TITÂNIA II"

Os queridos escritores mágicos; Eddie Van Feu & Renato Rodrigues.

Introdução de Lilly Rose. Os demais textos são de autoria de Eddie Van Feu e Renato Rodrigues. Informações e Imagens gentilmente cedidas por Eddie Van Feu & Renato Rodrigues. Imagem de Abertura e *Imagem de Renato Rodrigues (* fonte: www.twitter.com), Layout By Fairy. Barras Divisórias Fonte: www.magickalgraphics.com


Divider Graphics

~Magickal Graphics~

Boa tarde queridos Elfos e Fadas. Para quem já conhece o Click das Fadas, sabe que aqui poderá encontrar desde uma pequena mensagem até uma gratificante leitura.

Por esta razão quando surgem novidades literárias, nosso blog aprecia conhecer e divulgar espontâneamente um bom Livro.

Este é o caso de dois excelentes livros que já li. E que agora, seus autores lançam a continuação de cada uma destas fascinantes obras.

Então fica aqui a sugestão. Se você gostou dos livros "Lua das Fadas" & "Os Dragões de Titânia", a leitura que segue-se abaixo é um presente para você!

Incentivemos a leitura e lembremos:

"O VERDADEIRO ANALFABETO É AQUELE QUE SABE LER E NÃO LÊ"
Mário Quintana

Aromas de Rosas...Lilly Rose e Suas Fadinhas Sapecas


Divider Graphics

~Magickal Graphics~

RELEASE - O TRONO SEM REI- AUTORA EDDIE VAN FEU

Ilustração de Carolina Mylius - Editora Linhas Tortas - Imagens e Informações, gentilemente cedidas por Eddie Van Feu

O "Trono Sem Rei" é a continuação do sucesso Lua das Fadas, que mesmo sem nenhuma divulgação, conquistou a simpatia dos blogs literários e de leitores de todas as idades.

Nesta história, você reencontra velhos amigos, como Bianca, a adolescente que foi até outro mundo por uma amizade, e Zac, o anjo que a guia nessa missão.

Dessa vez, porém, Bianca descobre que seus pais, Lorena e Urbain, e seus tios, Marcos e Marcel, possuem um passado de aventuras tão fantástico quanto o dela e que pode contar com eles para ajudá-la nessa nova aventura no Mundo das Fadas, que está muito mais perigoso do que antes.

BOOK TRAILLER - O TRONO SEM REI - FONTE: WWW.YOUTUBE.COM


SINOPSE - O TRONO SEM REI

Depois de uma enorme perda que a mudou para sempre, Bianca acredita que voltou a amar.
Na verdade, ela acredita que o rapaz que amara, um anjo que a guiara no Mundo das Fadas, voltou para ficar com ela.

Porém, ele parece não se lembrar de nada e, enquanto Bianca tenta descobrir se ele é quem ela acredita que ele seja, ela ainda tem que afastar a concorrência e lidar com seu pai que parece ter saído do século XVII.

Quando algo inesperado acontece, Bianca vê que precisa voltar ao mundo das fadas e descobre que sua família pode ajudar mais do que imaginava.

No Reino das Fadas, ela acaba se deparando com um mundo a um passo da guerra.

Bianca tem que administrar criaturas assustadoras, princesas prometidas, soldados apaixonados, uma rainha sem paciência, ataques e traições numa aventura muito mais perigosa do que da primeira vez que colocara os pés lá.
Felizmente, dessa vez ela e Zac não estão sozinhos.

SOBRE A AUTORA

Eddie Van Feu

Eddie Van Feu é escritora e praticante de magia, conhecimento que caiu como uma luva em livros sobre mundos elementais e seus habitantes.

Ela já escreveu mais de sessenta edições da Série Wicca, da Editora Escala, cerca de 20 livros de livraria e mais de 100 publicações, dentre anuários, revistas e artigos, incluindo um artigo para a Revista de Filosofia da PUC de São Paulo.

Entre seus trabalhos mais conhecidos, estão, além da tradicional Wicca, os livros A Bruxa tá Solta!, Alcatéia e O Portal. Atualmente, ela também traduz obras e escreve como uma louca em sua casa.

Eddie Van Feu nos Majestosos Penhascos do Forte Daengus, Irlanda 2011

Em 2011 realizou um grande sonho; fez uma inesquecível viagem para a Irlanda. A partir desta experiência, Eddie ampliou seus conhecimentos sobre a fascinante Magia Celta. E já planeja um novo encontro com a Irlanda, para 13 de Setembro de 2013.

Sua dedicação ao que ama é incansável; está sempre voando pelo Brasil para dar aulas e palestras sobre a arte da magia e a arte de escrever.

CONHEÇA O SITE DE EDDIE VAN FEU - BASTA CLICAR ABAIXO:

SITE DE EDDIE VAN FEU

CONHEÇA O BLOG DA SÉRIE "LUA DAS FADAS", BASTA CLICAR ABAIXO:

BLOG DA SÉRIE LUA DAS FADAS
 

CONTATO COM EDDIE VAN FEU
eddie@eddievanfeu.com

SOBRE O LIVRO

Bianca - A Heroína da Série "Lua das Fadas" - Ilustração de Carolina Mylius

* Título: O Trono Sem Rei

* Autora: Eddie Van Feu

* Editora: Linhas Tortas

* Número de páginas: 288

* Formato: 17 x 23cm

* Edição 01

* ISBN: 9788598428215

* Capa com orelhas

* Preço: 29,90

* Caderno em papel especial com ilustrações de Carolina Mylius

* Capa e Contracapa de Carolina Mylius

À DISPOSIÇÃO NAS MELHORES LIVRARIAS OU NO SITE ABAIXO:
 
EDITORA LINHAS TORTAS 


Analice, a fiel e doce amiga de Bianca - Ilustração de Carolina Mylius



Divider Graphics

~Magickal Graphics~


RELEASE - "OS DRAGÕES DE TITÂNIA II (A QUEDA DO CÉSAR )" - AUTOR RENATO RODRIGUES

Ilustração de Carolina Mylius - Editora Linhas Tortas - Imagens e Informações, gentilemente cedidas por Renato Rodrigues

Estabelecidos agora como uma ordem militar, os Dragões de Titânia enfrentarão um ex-amigo em busca de vingança, enquanto desvendam uma conspiração contra o Imperador de Titânia.

Se você tiver coragem de prosseguir, irá conhecer uma história de magia e heroísmo
repleta de seres fantásticos e dragões. E é sobre dragões que eu gostaria de falar.

Sobre dragões e sobre 12 Armas Mágicas criadas por eles para combater um inimigo de toda a criação. E também sobre uma família que se formou sem ter nada em comum. Igualzinha a sua!

Esta é a segunda obra de ficção de Renato Rodrigues, continuação de Os Dragões de
Titânia – "A Batalha de Argos".

Em "A Queda do César", a presença de bom humor, criatividade e imaginação tornam essa "família" e suas histórias um delicioso mundo para se viver, além de relembrar valores como lealdade, perdão, amor e amizade.

BOOK TRAILLER - OS DRAGÕES DE TITÂNIA II (A QUEDA DO CÉSAR) - FONTE: WWW.YOUTUBE.COM


SINOPSE - OS DRAGÕES DE TITÂNIA II (A QUEDA DO CÉSAR)

"Cuidado com os Idos de Março", alertou a profetisa.
Se impedir a morte do Imperador fosse o único problema dos Dragões de Titânia, até que não seria ruim.

Elfos saqueadores, conspirações, vampiros, quimeras, armaduras amaldiçoadas, trolls e outras "urucubacas" permeiam esta história sobre um grupo de sócios que precisa aprender a viver como uma família... Ou morrer tentando!

E as coisas ainda podem piorar, principalmente se depender de um rancoroso elfo. Lembre-se: não existe pior inimigo do que um ex-amigo.

Os Dragões de Titânia estão de volta para enfrentar seu primeiro grande desafio:
aprenderem a trabalhar juntos.

Aí você junta um anão rabugento que precisa aprender a ser pai solteiro, um mago cheio de manias que vive com um olho no peixe e outro no gato...

Uma freira dedicada que só pensa em namorar, um ex-pugilista desnorteado, um guerreiro perseguido pelas próprias paranoias e um centurião chegado numa "manguaça" e apaixonado por uma feiticeira revolucionária.

SOBRE O AUTOR

Renato Rodrigues

Renato Rodrigues iniciou sua carreira, como produtor de rádio na Rede
Transamérica.
Mas foi no mercado editorial que ganhou a vida nos últimos 15 anos como
cartunista, editor e escritor de revistas de seriados e, principalmente, criando livros de humor.

Em 1995 formou-se em Publicidade pela Universidade Gama Filho, mas nunca "publicitou"
de verdade.

Seus livros mais conhecidos, com capa e ilustrações dele, são as séries de Piadas & Charadas e Pequenas Piadas, Grandes Risadas, que totalizam mais de 150 edições (e muitas gargalhadas no ônibus para o leitor que comprava nas bancas).

São mais de quatro milhões de exemplares vendidos por todo o país, no decorrer de 13 anos de publicações de humor.

"Os Dragões de Titânia" é sua primeira obra como um contador de histórias. Histórias que não são suas, são dos personagens que as viveram, contadas por pessoas que conheceu e que de vez em quando aparecem para relatar novas aventuras.
Sem elas, este seria um mundo de fantasias muito vazio...


 CONHEÇA O SITE  DE RENATO RODRIGUES - BASTA CLICAR ABAIXO:
 
www.alcateia.com


CONHEÇA O BLOG DA SÉRIE " OS DRAGÕE DE TITÂNIA", BASTA CLICAR ABAIXO:

BLOG DA SÉRIE " OS DRAGÕES DE TITÂNIA"


CONTATO COM RENATO RODRIGUES

renato@alcateia.com


SOBRE O LIVRO

O Bravo Wataru - Ilustração de Carolina Mylius

* Título: Os Dragões de Titânia II (A Queda do César)

* Autor: Renato Rodrigues

* Editora: Linhas Tortas

* Número de páginas: 280

* Formato: 17 x 23cm

* Edição 01

* ISBN: 9788598428222

* Capa com orelhas

* Preço: 29,90

* Caderno em papel especial com ilustrações de Carolina Mylius

* Capa e Contracapa de Carolina Mylius


À DISPOSIÇÃO NAS MELHORES LIVRARIAS OU NO SITE ABAIXO:
 
EDITORA LINHAS TORTAS 


A Poderosa Saw'ikk


O.B.S: A DIVULGAÇÃO DOS LIVROS DE EDDIE VAN FEU & RENATO RODRIGUES TRATA-SE DE INICIATIVA ESPONTÂNEA DA CRIADORA DESTE BLOG


Divider Graphics

~Magickal Graphics~

Aromas de Rosas...

Lilly Rose


domingo, 2 de setembro de 2012

BELA FADA.... DIGA-ME O QUE VESTES E TE DIREI QUEM ÉS

Uma Fada "Anjana" -Imagem Fonte:www.layoutsparks.com

Texto de Lilly Rose. Inspirado e adaptado de Alejandra Ramírez, El Gran Libro de las Hadas, Editora Libsa


BELA FADA... DIGA-ME O QUE VESTES E TE DIREI QUEM ÉS.

Embora o velho ditado afirme que o "hábito não faz o monge", em seres tão primordiais como as Fadas, sua maneira de trajarem-se, pode revelar-nos como elas são. Bem como seu temperamento e estilo de vida.

A maioria das famílias de Fadas são de natureza vaidosa e gostam de apresentarem-se muito atraentes.

"Dancing Fairies"- Imagem Fonte: www.care2.com

Por isso seu vestuário, além de dinstinguir estas "famílias" ou categorias, também pode definí-las. O que nos permite intuir como são estes graciosos seres.

Algumas Fadas escolhem para adornarem-se vaporosos vestidos de tule, ou belas túnicas de seda branca.

Uma Fada da Categoria das "Damas Brancas"
Imagem Fonte:www.worldpress.com

Estes trajes são típícos de Fadas como as "Anjanas", "Fadas Madrinhas" e "Damas Brancas".

Tradicionalmente a cor branca relaciona-se com a pureza e bondade. Logo, os vestidos destas Fadas nos indicam que estaremos diante de uma Fada Benéfica ou Protetora.

Outras preferem a cor Verde, a cor da Natureza, das folhas e grama.
Esta cor possibilita-lhes "mimetizarem-se" ao meio ambiente. Facilmente então, confundem-se a nossos olhos c/o verde da natureza. O que torna extremamente difícil sua visualização.

Duas Fadas da Categoria das "Damas Verdes" - Imagem Fonte: www.fantasy-backgrounds-wallpapers.com

A cor verde nos revela a familia das "Fadas Travessas e Brincalhonas". Nesta categoria temos como exemplo as "Damas Verdes". Sua principal característica é divertirem-se constantemente. E se tiverem uma chance, até zombarão de algum incauto mortal...

O traje verde da famosa "Fada Sininho" (a Fada de Peter Pan) bem como seu temperamento, denotam claramente o perfil caprichoso e brincalhão deste grupo de Fadas.

A vaidosa e travessa Fada Sininho representa uma Fada da Categoria das "Damas Verdes" - Imagem Estúdios Disney - Fonte: www.layoutsparks.com

Para alguns autores a roupa Verde, nos sinaliza que a Fada em questão é um ser etérico de natureza migratória ou gregária.

Já o traje vermelho, representaria uma Fada solitária.
Esta constatação encaixa-se perfeitamente à algumas fadas de origem irlandesa.
Uma Fada Irlandesa e seu belo Traje Vermelho -Imagem Fonte: www.layoutsparks.com

Mas o que dizer das Fadas que preferem não usar roupas, ou das que trajam-se com peles de animais ? Ou ainda... aquelas que se vestem com ricos bordados de ouro ?

Como podemos perceber muitas Categorias de Fadas, fogem a esta regra: "vermelho/verde", para serem definidas ou caracterizadas.

As "Aguanes" por exemplo ou as Guardiãs dos belos Bosques Italianos, preferem cubrir-se com peles de animais. Seu papel na Natureza, é o de proteger tais encatadores bosques.

Uma Fada "Aguane" com peles de animais, mimetizando-se num Bosque. Imagem Fonte: www.worldpress.com

Portanto, não é de estranhar-se que também apreciem o tom verde das florestas.
E que falem fluentemente a linguagem dos Bosques.

Por sua vez, as temperamentais Fadas "Rusalkies", optam por não usarem roupas. O máximo de adorno que aceitam são apenas delicadas folhas pelo corpo.

Uma Típica Fada Rusalki - Imagem de Brian Froud - Fonte: www.layoutsparks.com

A estreita relação de uma "Rusalki" com a Mãe Natureza lhe permite controlar a chuva e o vento.

E seu humor altera-se de acordo com as mudanças do meio, logo é mais que natural que aprecie seu corpo despido.

Finalmente citaremos as Fadas Aristocráticas. Seriam elas as Fadas "Shides" da Irlanda e Escócia.

Uma Fada Aristocrática da Categoria "Sidhe" - Elegância em uma única cor e majestade natural. Imagem Fonte: www.worldpress.com

Estas Fadas vestem-se explêndidamente. Estamos nos referindo à trajes de tule, bordados, laços e véus. Tudo com muita elegância e cor. É a nobreza trazendo o destaque para o Reino das Fadas.

Estas delumbrantes Fadas, frequentemente escolhem um vestido de uma única cor.
Belíssimo, contudo simples e confortável. Na cabeça apenas uma singela coroa de flores em seus macios cabelos.

Aqui, a beleza está na simplicidade do traje. A majestade e luxo ficam por conta do estilo da elegante Fadinha.

De fato..."o hábito não faz o monge", mas nos ajuda a reconhecer graciosas Fadinhas ! - Imagem "Faery Princess" Autor Brian Froud, Fonte: www.worldpress.com

Como dissemos desde o início deste texto. O "hábito não faz o monge" porém, entre as Fadas ele é um referencial para sua caracterização.

E se elas são seres bem menos complexos que o ser humano, porque deveríamos estranhar sua simplicidade ao vestirem-se ?

Aromas de Rosas...

Lilly Rose

quinta-feira, 5 de julho de 2012

HAZEL, A DOCE FADINHA DA AVELEIRA

ILUSTRAÇÃO- SÉVERINE PINEAUX


Texto de Lilly Rose, inspirado e adaptado de Alejandra Ramírez, "El Gran Libro de las Hadas", Editora Libsa. Imagens de Fadas fonte: www.lecoffredecasea.com - Imagem da Aveleira Fonte: www.2.fpce.ul.pt


INTRODUÇÃO


No Mundo das Fadas, as Árvores desempenham um papel de vital importância.
Muitas delas são consideradas verdadeiras "moradas" de Fadas desde a antiguidade.

Algumas possuem seus próprios poderes mágicos tais como o Carvalho, Macieira e a Aveleira.
Entre determinadas culturas elas eram tratadas como verdadeiros Semideuses.
Em outras, seus mágicos poderes teriam origem nas Fadas que habitavam uma Árvore específica.


AVELEIRA - MORADA DA FADA HAZEL


Certas Árvores tiveram uma simbologia marcante e singular para diversos Povos.
Nesta condição podemos destacar o Carvalho, provavelmente a mais reverenciada das Árvores.

Para os antigos Celtas, o Carvalho era considerado uma Árvore sagrada. Os Druídas, frequentemente o incluíam em elaborados rituais. Já para os Gregos, o Carvalho seria o abrigo de muitas de suas ninfas.

As graciosas Fadas além de viverem nesta Árvore, utilizariam seus frutos como poderosos talismãs.


HAZEL - A DOCE FADINHA DA AVELEIRA



ILUSTRAÇÃO(DETALHE)- RAFFAELE MARINETTI


Desde a Antiguidade a Aveleira tem estado presente na vida do Ser Humano.
Alguns fósseis encontrados revelam que ela já era conhecida do Homem primitivo.

Também foram encontrados registros datados do Século IV A.C, nos quais cita-se não apenas a Aveleira, bem como seu cultivo.

Para os Celtas, esta Árvore concederia o dom da Sabedoria. Mas tradicionalmente, ela estaria relacionada à Fertilidade.

Entre os Povos Nórdicos era extremamente comum, relatos de mulheres que recorriam aos poderes da Aveleira para engravidar.
Em diversos culturas ela estaria sempre presente em festas matrimoniais.

A Fada que vive nesta Árvore chama-se Hazel (ou Avelã). Ela é bastante pequenina. Possui aproximadamente uns 5 centímetros de altura.
Para trajar-se faz com os ramos da Aveleira, delicados vestidos em tons beges. Exatamente da mesma cor da avelã.


ILUSTRAÇÃO ETERNAL FANTASY (DETALHE) MATKRAKEN


Hazel é uma Fadinha muito bondosa, pois compartilha com doçura seus frutos, junto aos animais dos bosques.
E igualmente com aqueles que recolhem tais frutos para seu sustento; de forma moderada e respeitando à Mãe Natureza.

Mas a pequenina Fada pode mosrtrar-se geniosa e temperamental com os que sacodem estupidamente sua Árvore. Na gananciosa esperança de encherem-se de centenas de frutos.

Hazel é uma Fada de índole delicada, alegre e travessa. Por exemplo, ela diverte-se ao derrubar pequenas avelãs, quando percebe a presença de crianças, próximas de sua amada Aveleira.

Sua vida no entanto tem uma nobre missão, proteger sempre a saúde de sua moradia. E ajudar os demais seres que habitam os verdejantes bosques; locais ideais para o crescimento das Aveleiras.



Aromas de Avelãs...

Lilly Rose

quarta-feira, 6 de junho de 2012

ORAÇÃO CELTA

 Image Fonte: Arquivos de Lilly Rose, 
Barra Divisória Fonte: www.glimboo.com - 
Oração Celta Fonte: www.sitesgoogle.com



ORAÇÃO CELTA




Que jamais em tempo algum, teu coração acalentes ódio.
Que o canto da maturidade jamais asfixie tua "criança interior".

Que teu sorriso seja sempre verdadeiro.
Que as perdas do teu caminho,
Sejam sempre encaradas como lições de vida.

Que a música seja tua eterna companheira,
De momentos secretos contigo mesmo.

Que teus momentos de amor contenham a magia de tua alma eterna.
Que os teus olhos sejam como dois sóis,
Olhando a luz da vida em cada amanhecer.

Que cada dia seja um novo recomeço, onde tua alma dance na luz.
Que em cada passo teu, fiquem marcas luminosas,
De tua passagem em cada coração.

Que em cada amigo teu coração faça festa, que celebres o canto da
amizade profunda que liga as almas afins.

Que em teus momentos de solidão e cansaço,
Estejas sempre presente em teu coração a lembrança de que tudo passa.
E que tudo se transforma, quando a alma é grande e generosa.

Que teu coração voe contente nas asas da espiritualidade consciente,
Para que tu percebas a ternura invisível,
Tocando o centro do teu eterno ser...

Que um suave acalento te acompanhes,
Na terra ou no espaço e por onde,
Quer que o imanente invisível leve o teu viver.

Que teu coração sinta a presença secreta do inefável.
Que teus pensamentos, os teus amores,
O teu viver e a tua passagem pela vida,

Sejam sempre abençoados por aquele amor que ama sem nome.
Aquele amor que não se explica, apenas se sente.

Que esse amor seja o teu acalento secreto, viajando eternamente,
No Centro do teu ser.

Que este amor transforme tuas noites sombrias em luz,
A tua tristeza em celebração.
E teus passos cansados em alegres passos de dança renovadora.

Que jamais em tempo algum, tu esqueças.
Da presença que está em ti e em todos os seres.
Que o teu viver seja pleno de luz e de paz.

Assim Seja.


Aromas de Rosas...

Lilly Rose








quinta-feira, 29 de março de 2012

FADA ENGELSKY E SEU BELO DOM - A CONFIANÇA



Texto de Lilly Rose. Inspirado e adaptado de Rosetta Forner, Contos de Fadas p/aprender a viver, Editora Prestígio - Imagem Fonte: www.renderosity.com
 
A FADA ENGELSKY E SEU BELO DOM - A CONFIANÇA
 
Hoje vamos conhecer uma Fada mais que especial, ENGELSKY ou FADA-ANJO.
 A origem desta Fada vem de uma antiga e poética lenda.
 
 Certa feita, um Anjo apaixonou-se por uma Fada. Seu amor era tamanho e tão intenso, que ele derreteu suas asas junto às de sua amada.
  Assim, ambos permaneceram unidos pela eternidade, no céu infinito.
 
 A Fada Engelsky além de uma bela origem, possui o dom da confiança e a benção da proteção.
 Com sua voz relaxante e musicada, ela nos envolve e nos conforta, por suas asas duplas. Ou seja, Engelsky apresenta dois pares de asas. Duas de Anjo; esponjosas, brancas e macias.
 
 E outras duas asas, de Fada. Estas são tênues como um véu de luz, semelhantes à textura da organza, transparente e dourada. Seus cabelos são como fios de ouro. Extremamente finos lembrando uma leve aura de luz, em volta de sua cabeça.
 Seu rosto apresenta linhas harmoniosas, perfeitas. É ovalado e largo, com uma estrela do amanhecer
bem no meio da testa.
 
 Se desejarmos o carinho e proteção da Fada-Anjo, basta apenas chamá-la, com nosso coração.
Ela então virá, não tenhamos dúvidas !!! 
 
Para nos auxiliar e proteger, Engelsky pode assumir diversas formas. Até mesmo de uma pessoa, que tornar-se-á uma verdadeira amiga, para nós.
 
Esta pessoa aparece sempre no momento exato de nossas vidas. Nem antes, nem depois.
 Quando estamos pedindo luzes ao Ser Superior.
Engelsky nos ajuda a resgatarmos nossa auto-estima e confiança.
 
Suas asas de luz abrem-se para nós, como os braços de uma zelosa e carinhosa mãe.
Ela diz para nossa alma:
"- Você é capaz ! Não desista ! Siga em frente ! Vá agora e faça!"
 
Com sua sabedoria e bondade Engelsky nos faz perceber que quando mudanças ocorrem
em nossas vidas, elas são sempre para melhor. Mesmo que naquele exato instante não consigamos entender.
Por exemplo, quando uma pessoa sai de nossa vida, o Universo está nos abrindo caminho para que outra melhor entre.  Ou seja, só se pode encher um copo quando este, está vazio.    
 
Nos braços de Engelsky nos sentiremos acalentados, confiantes, leves e etéreos.
 Poderemos dormir com a certeza de que o Universo vela nosso sono e que a escuridão
está se dissipando.
 
 E finalmente, estaremos prontos para entender e acreditar, que tudo que nos acontece, é para nosso bem maior. Pois sempre nos oportuniza a aprender.
 
E é para isso que cá estamos na Terra, para aprender.
 
Aromas de Rosas....
Lilly Rose 
 
 
 
 

terça-feira, 20 de março de 2012

A MAGIA DAS PLANTAS E DAS ERVAS


Texto de Lilly Rose, inspirado e adaptado de Eddie Van Feu, Herbarium - Propriedades Mágicas das Ervas, Editora Escala - Imagens Fonte: glimboo.com e arquivos de Lilly Rose.

O.B.S: Leitura adequada para maiores de 18 anos




A MAGIA DAS PLANTAS E DAS ERVAS


Quem estuda Magia c/responsabilidade e empenho, sabe que ela não se faz apenas com rituais, palavras e objetos de poder.

O conhecimento milenar de plantas e suas propriedades (não apenas medicinais) como também mágicas, torna-se essencial aos adeptos da Arte Natural.

Muitas plantas são usadas em Magia. Algumas possuem nomes extremamente complexos de lembrar.

E na maioria dos casos p/nós, muitas delas são difíceis de serem encontradas em nosso país. Já que a maioria dos livros sobre este tema, são europeus.

Para auxilar no aprendizado e uso salutar de tais plantas, a Esoterista Eddie Van Feu procurou facilitar os trabalhos mágicos aos iniciantes nesta bela arte.

Em sua obra "Herbarium-Propriedades Mágicas das Plantas", a autora explica nomes de ervas normalmente usadas na Magia. E também de algumas plantas brasileiras, que podem substituir as tradicionais européias, em certos rituais.

Com base em documentos de 1500, de Alberto o Grande, Van Feu relacionou uma prática lista de plantas essenciais na Magia, tais como:


* Sempre noiva : Planta do Sol, confere amor vigoroso e esquenta relacionamentos.

* Crista marinha: Ou Planta da Lua, transmite segurança em viagens.

* Quinquefólio: Planta de Mercúrio, confere o saber.

* Verbena: É a planta de Vênus, trasnmite amor, talento e alegria.

* Arnica: É a planta de Marte, confere coragem.

* Meimendro: Planta de Júpiter, confere sabedoria e felicidade.

* Feto: Planta de Saturno, nos confere forças para afastar maus espíritos.



ONDE ENCONTRAR ESTAS PLANTAS


Flower Graphics

Magickal Graphics

Vivendo em regiões urbanas, temos a opção de procurar erveiros nas feiras-livres.

Também existem lojas esotéricas que as vendem secas. O ideal é trabalhar com ervas frescas mas nem tudo é perfeito. E o Mundo da Magia não é exceção.

Um conselho é ler tudo o que for possível sobre as ervas com que se deseja trabalhar. Assim é mais fácil reconhecê-las, o tempo certo de plantá-las, de colhê-las, bem como suas propriedades mágicas e medicinais.

Algusn exemplos: voce sabia que chupando um pouquinho de cravo-do-reino pode-se diminuir o mau hálito?

E que sucos de goiaba, laranja ou cajú, ajudam no tratamento de gengivas que sangram ?

Pois então, vejamos qtos benefícios as plantas nos oferecem. Não apenas nas artes da Magia. Mas também auxiliando a preservar nossa saúde.




Aromas de Rosas...

Lilly Rose