sábado, 28 de novembro de 2009

"A ÁRVORE ZODIACAL CELTA OU SEU BOSQUE MÁGICO"

A ÁRVORE ZODIACAL CELTA OU SEU BOSQUE MÁGICO
Texto de Lilly Rose. Adaptado de Montse Osuna, "O Livro Secreto da Magia Celta", Editora Universo dos Livros e Eddie Van Feu - Sonhos, Futuro e Magia, "A Árvore da Sua Vida" - Editora Modus. Imagem Fonte: www.renderosity.com

Os Antigos Celtas possuíam sua Versão Astrológica de Correspondências Zodiacais extremanente naturais e eficientes. Estas revelavam características de uma personalidade, que através de Rituais e Magias Druídicas, poderiam aprimorar o caráter, proteger e prever acontecimentos futuros.

O Nome Simbólico "Bosque Mágico", fôra adotado pela Ordem dos Sumos Sacerdotes Celtas, os Druidas e Druidisas. Cada Sacerdote de acordo com o Zodíaco Celta, associaria as características de uma Pessoa (por sua Data Natalícia), à uma Árvore Mágica.

Esta associação uma vez identificada e analisada formaria um verdadeiro Bosque Virtual de Magia, cujas vibrações interagiriam benéficamente com o Bosque Real, criado pela Grande Mãe Natureza.

Para os Celtas comuns a Árvore Zodiacal, não lhes apresentava grande influência, ou relevância em suas Vidas. Era comum inclusive, boa parte dos Aldeões ignorar até mesmo sua Árvore Zodiacal correspondente.

Já para os Membros Druídicos, (em especial àqueles que dedicavam realmente suas Vidas à Alta Magia), conhecer sua própria Árvore Zodiacal era considerado não apenas um exercício necessário mas acima de tudo fator Essencial p/seu Aprimoramento Espiritual, e Evolução na Prática da Magia.

De acordo c/nosso Atual Calendário poderemos facilmente conhecer nossa Árvore Zodiacal Celta, correspondente à nossa personalidade. Para tanto basta sabermos qual Árvore rege nossa Data de Nascimento.

"NOSSA ÁRVORE ZODIACAL CELTA E NOSSA DATA NATALÍCIA"

1- BÉTULA: 24 de Dezembro a 20 de Janeiro.

2- SORVEIRA: 21 de Janeiro a 17 de Fevereiro.

3- FREIXO: 18 de Fevereiro a 17 de Março.

4- NOGUEIRA: 18 de Março a 14 de Abril.

5- SALGUEIRO: 15 de Abril a 12 de Maio.

6- ESPINHEIRO: 13 de Maio a 09 de Junho.

7- CARVALHO: 10 de Junho a 07 de Julho.

8- AZEVINHO: 08 de Julho a 04 de Agosto.

9- CASTANHEIRO: 05 de Agosto à 01 de Setembro.

10- VIDEIRA: 02 de Setembro a 29 de Setembro.

11- FAIA: 30 de Setembro a 27 de Outubro.

12- AZINHEIRA: 28 de Outubro a 24 de Novembro

13- SABUGUEIRO: 25 de Novembro a 23 de Dezembro.

Aromas de Lavanda...

Lilly Rose

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

BJORN O VIKING E A FESTA DOS ELFOS DE LUZ


Texto de Lilly Rose, Inspirado Na Antiga Lenda Viking, "As Divindades da Noite", Autor Desconhecido, Livro Os Vikngs - Mitos e Lendas, Editora Ática. Imagem Fonte:www.google.com - Arte Final Ce.Ferreira.

BJORN O VIKING E A FESTA DOS ELFOS DE LUZ


Em Tempos que há muito se foram, no Reino dos Corajosos Vikings a Magia Etérica do Amor se manifestou...

Um Jovem Guerreiro de nome Bjorn, em uma Cálida Noite de Lua Cheia poz-se a caminhar por entre a mata fechada próxima a seu Povoado. Seu único Guia era tão somente a Bela Lua Prateada, a Eterna Companheira do Amor.

Mas aquela não era uma noite comum, era a Noite de Festa dos Elfos de Luz!

Entre os Vikings, os Elfos eram considerados Divindades Etéricas Protetoras das Flores e dos Regatos Cristalinos. Suas Celebrações eram contadas de Pais para Filhos e seu Momento mais Belo "A Festa dos Elfos de Luz" era Deleite para poucos e privilegiados Olhos Mortais.

Mas um Perigo havia para presenciar ou participar de tamanha Fascinação!

Diziam os mais Antigos aos Jovens:

"O Mortal que adentrar em uma Roda de Alegres Elfos correrá o Risco de ser Levado definitivamente para o Pais destes Seres Etéricos,"O País do Sol".

Bjorn sabia de todas estas Histórias e Perigos, mas naquela noite vislumbrou o Jovem, entre os raios do Luar uma Belíssima Elfa que retribuiu-lhe de imediato sua apaixonada afeição. E por este motivo Bjorn prosseguiu em sua Caminhada.

E eis que em determinado momento ele deparou-se diante da mais radiante visão que seus olhos jamais haviam visto!

Dentro de uma frondosa clareira, lá estavam alegremente um Grupo de Graciosos Elfos e Elfas a rodopiarem com encanto e leveza em uma Mágica Roda de Luz !

Seus pés eram tão delicados que nem chegavam a tocar o solo, somente roçavam a grama sem amassar uma folha sequer!

Enebriado com o que via, Bjorn não tardou a identificar entre os demais Seres Etéricos sua apaixonada Elfa, de lindos olhos verdes a convidar-lhe para adentrar na Roda Élfica da Festa do Sol.

O Coração de Bjorn disparou e o desejo de estar ao lado de sua Amada, só fazia crescer em seu peito...

Contudo sua mente naquele instante, em um turbilhão de pensamentos transformou-se e entre tamanha tormenta Bjorn lembrou dos avisos dos Anciãos de seu Povo, sobre as consequências de um Mortal decidir-se em entrar uma Roda de Elfos de Luz.

Mas como resistir ?? Sua Amada Elfa era tão linda, e sorria-lhe com sua Alma e seu Coração para ele. Pura, tão leve e desejável que Bjorn estava prestes a esquecer-se de todo e qualquer perigo que envolvia o País dos Elfos de Luz.

Não resistindo mais à tamanha tentação Bjorn finalmentre entrou na Roda dos Elfos e bailou com sua Amada que estendia-lhe sua delicada e luminosa mão a qual ele ternamente beijou!

Todavia no momento em que o Apaixonado Casal tocou um os lábios do outro, por entre a mata ouviu-se de súbito o canto de um Galo. A ave estava a anunciar o romper da Aurora, avisando que chegava ao fim a Festa dos Elfos de Luz.

Bjorn olhou ao seu redor e a mágica Roda de Elfos simplesmente desaparecera e com ela sua Amada Elfa.

Ao sentir-se totalmente sozinho na clareira, o jovem Viking primeiro pensou ter sonhado ...Mas Não!!! Naquela resplandescente Aurora, onde o orvalho delicadamente pousava sobre as folhas, a vistosa grama ainda marcava nitidamente o Círculo formado pela Graciosa Roda de Elfos.

Desde aquela Aurora então, Bjorn jamais fôra visto novamente!. Teria ele transformado-se em cristalina gota de orvalho p/junto de sua amada Elfa, eternamente zelarem pelas Flores e Regatos Encantados da Querida Mãe Terra.


Aromas de Petûnias...

Lilly Rose