sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

PARABÉNS AMADO MESTRE JESUS


Introdução e Interpretação de Lilly Rose. Parábola "Convidados ao Banquete", Apóstolo Lucas, Versículos 14,15-24, Bíblia Cristã. Imagem de Jesus Fonte: Arquivos de Lilly Rose, Autor: Cláudio Gianfardoni.

Parabéns Amado Mestre Jesus !! E Bom Dia Queridos Elfos e Fadas !!
Hoje no Aniversário de Nosso Amado Mestre Yesua transcreveremos um de seus mais Belos Ensinamentos, a Parábola dos Convidados ao Banquete.


Um Homem ia dar um grande Jantar e convidou muitas pessoas. Na hora do Banquete, mandou seu servo dizer aos Convidados:

- Venham, já está pronto!

Então eles se puseram a pedir desculpas todos do mesmo modo. O Primeiro disse ao servo:
- Acabo de comprar um Campo e é preciso que eu vá vê-lo; rogo-lhe que queira desculpar-me.

Outro falou:
- Acabo de comprar cinco juntas de Bois e estou partindo para experimentá-las; rogo-lhe que me desculpe.

Outro disse ainda:
- Acabo de me casar e por isso não posso ir; rogo-lhe que me desculpe.

Ao voltar, o servo relatou essas respostas ao seu Senhor. Então tomado de cólera, o dono da casa disse ao servo:
- Vá depressa pelas praças e ruas da Cidade e traga para cá os Pobres, os Aleijados, os Cegos e os Coxos.

Depois, o servo veio dizer:
- Senhor, foi feito o que ordenou e ainda há lugar!

O Senhor respondeu, então:
- Vá pelas estradas e jardins e chame quem encontrar a fim de que minha casa fique cheia. Pois eu lhe digo:
- Nenhum daqueles que tinha sido convidado provará de meu Jantar!



INTERPRETANDO A PARÁBOLA DO MESTRE JESUS


Assim como os Convidados e o Homem que preparou o Banquete,( que desejava ostentar sua Casa repleta de pessoas), o Homem Moderno continua a sentir um grande Vazio Interior e está indo pelo mesmo errôneo Caminho: Preencher este seu Vazio iludindo-se e cercando-se de prazeres temporários e bens materiais.

Mas este Vazio Interior, que todos nós sentimos com maior ou menor intensidade, só poderá ser preenchido a partir do momemto que exercitarmos verdadeiramente nossa Vida Espiritual. E aceitando o Convite para vivermos na Morada de "Deus", não importa o nome que dermos à "Ele".
Ou seja, qdo descobrirmos que o "Ser" é muito mais Importante, e jamais passageiro e efêmero como o "Ter".

Enquanto estivermos envolvidos "cegamente" na busca do "Simplesmente Ter", cada vez mais e mais, maior será nosso Vazio Interior e dificilmente encontraremos dentro de nós mesmos aquilo que irá preencher todas as nossas necessidades, o Reino de Deus.

Na Morada de Deus que está sempre aberta a Todos, não importa Etnia ou Credo, não existe cólera, inveja ou escassez de alimentos para o Corpo ou p/o Espírito. E é tão somente lá que preencheremos nosso Vazio Interior.

E em seu lugar estará Ele, a Luz Divina Una e Imperecívelmente Eterna de Amor, que o Amado Mestre Jesus deixou-nos em uma de suas mais Sublimes Mensagens:

"Amai-vos Uns aos Outros, assim como eu Vos Amo !"


Aromas de Rosas...

Lilly Rose