domingo, 19 de abril de 2009

LAMMAS- RITUAL CELTA DO AGRADECIMENTO



Texto de Lilly Rose, adaptado da Coleção Natureza Mágica, Editora Minuano e de Pesquisas de Lilly Rose.
Imagem : Titulo Fairy Autumn - Fonte: recadosonline.com

" LAMMAS - O RITUAL DA COLHEITA DO AGRADECIMENTO "

O Contato com a Mãe Natureza, era para os Antigos Povos Celtas, a razão Divina de sua própria existência, de suas raízes. Um Povo que convivia com a Magia Natural há aproximadamente 1.800 A.C.

Tão antigos, mas vergonhosamente para nós, extremamente sábios em sua simplicidade.

Sabiam melhor que o Homem Moderno, a importância de amar a Vida, reverenciar e preservar nossa querida Mãe Terra, pois tanto ela como tudo que existe, veio do Divino, e somente à Ele, um dia há de tornar.

Os Celtas sobreviviam principalmente do cultivo da terra, bem como a maioria de seus comtemporâneos.
Por isso criaram muitas Celebrações para agradecer todo o sustento que a terra lhes oferecia, sustento este físico e espiritual. Pois para os Celtas não havia segmentação neste pensar.

" Da Mãe Terra, retiramos as sementes da Vida e Amor, e por meio delas cultivamos, frutuficamos e alimentamos espírito e corpo. Este é o Eterno Renascer da Grande Árvore da Vida ".

Assim surgiriam os chamados Festivais Celtas. Hoje conheceremos um pouco do "Lammas", um importante Festival Celta dedicado a agradecimentos pelas colheitas.

Para aqueles que hoje tentam resgatar estes Abençoados Rituais, o Lammas é festejado no Hemisfério Norte em Primeiro de Agosto e no Hemisfério Sul , em Primeiro de Fevereiro. A Data originamente foi criada em Homenagem ao Bondoso Deus Celta do Sol, Lugh. E por esta razão, este Festival ou Sabat também é chamado de " Lughnasad ".

Como surgiram nas terras da Antiga Europa ( Hemisfério Norte portanto ), para os Celtas o início do atual mês de Agosto de nosso Calendário, marcava o término do Verão, e os frutos de tudo que se havia plantado estariam para nascer, aproximava-se o Outono...

Nesta ocasião cada família, cada aldeia, preparava-se com reverência e alegria para agradecer a chegada do Amado Outono.

Uma tradicional forma de festejar o Lammas, muito prazeirosa, principalmente às Crianças Celtas, era confeccionar com espigas de milho ou ramos de trigo, graciosos bonecos. Suas figuras Masculina e Feminina, representavam duas importantes Divindades daquele Povo, eram chamados tais Deuses de "Senhor" e "Senhora" do Milho.

Durante o " Lammas " era prioritário agradecer toda a Colheita do Ano, fosse ela uma Colheita boa ou ruim.

Ou seja, os Celtas já tinham a consciência de que devemos encarar a Colheita como algo muito além da Agricultura, pois afinal, nem só de pão vive o Homem...


Aromas de Flores do Campo...

Lilly Rose