sábado, 6 de dezembro de 2008

AS ENERGIAS DE CURA E PAZ DAS MANDALAS


Recados e Imagens - Místicas - Orkut




Texto de Lilly Rose, adaptado de " A Arte das Mandalas ", diversos Autores, Editora Minuano, e " Ensinamentos de Buda "( Edição de Colecionador ), diversos Autores, Editora Minuano.

Imagem Fonte : glimboo.com

Hoje vamos conhecer a Arte Milenar e Benéfica ao Ser Humano, obtida através do Uso das Mandalas.

1- O QUE É UMA MANDALA

A Palavra Mandala ( em Português Círculo ) tem sua Origem na Linguagem do Sânscrito, e refere-se a um Diagrama em forma de Círculo Mágico. Representa em sua Combinação de Cores e Desenhos variados uma Mansão Sagrada, o Palácio de uma Divindade Meditacional.

Uma Mandala é na sua mais simples acepção da palavra uma Forma Geométrica, que através de Ressonância, estabelece ou facilita a Conexão do Ser Individual de cada um de Nós com as Dimensões Transcendentes do Universo.

2 - QUAL A FUNÇÃO DE UMA MANDALA

A Mandala, básicamente serve para um Processo de Reflexão Interior ou Meditação em Rituais e Vivências rumo ao Aperfeiçoamento de nosso Auto Conhecimento, nos elevando a um Grau de Paz e Equilíbrio.

A Energia contida em Uma Mandala é utilizada como Elemento Faciltador desta Meditação e/ou Reflexão. É o Círculo Purificado de um Ser Iluminado, representando o Ambiente Sagrado e Perfeito de Buda.


3 - DESDE QUANDO O HOMEM UTILIZA OS BENÉFICOS PODERES DAS MANDALAS

Desde os Mais Remotos Tempos de nossa História, as Mandalas foram e ainda são utilizadas por diferentes Culturas e Povos para exprimir aspectos de nosso Auto Conhecimento bem como da própria Ciência, Arte e Religião.

Podem ser considerados exemplos precursores das Mandalas Budistas ( as mais conhecidas atualmente ) desenhos circulares da Arte Rupestre encontrados em Cavernas, Danças em Círculos de várias Antigas Culturas, os Rituais de Cura e Artes Indíginas, os Yantras Indianos, os Thankas Tibetanos, além do Símbolo Chinês Yin e Yang.


4- POR QUE AO OBSERVAR UMA MANDALA SENTIMOS CALMA E TRANQUILIDADE

Toda a Estrutura de uma Mandala tem além de outros objetivos benéficos, nos encaminhar através de sua Forma e Cores a um Centro que nos induz a ver o Mundo de uma maneira Organizada.

Uma vez conectada a Visão com a Mandala, este é o efeito imediato que ela causa ao Homem Moderno, Organização de Idéias, Paz e Harmonia. Assim a Mandala nos auxilia a resgatar nossa Integração e Equilíbrio com o Cosmos.

O Budismo Tibetano vem empregando a Arte e Uso das Mandalas há Milhares de Anos para tentar atingir um Processo de Ligação do Homem com a Energia da terra e a Sabedoria da Natureza, capturando imagens de inúmeros Deuses e Seres Negativos que elevam ou atormentam a Humanidade.

Aromas de Rosas....

Lilly Rose

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

O DIA DE LITHA - FESTA DAS FADAS E DE PÃ


Texto de Lilly Rose, adaptado do Calendário Vida & Magia 2008, Eddie Van Feu, Editora Linhas Tortas.

Imagem Fonte : glimboo.com

O.B.S : Este Ritual não deve ser Realizado por Crianças.

Seguindo as Antigas Tradições Celtas, em 21 de Dezembro celebra-se no Hemisfério Sul o Dia mais Longo do Ano, reverenciado e dedicado às Fadas e a Pã. Esta Alegre Celebração marcava o início do Solstício de Verão ou Litha para o Povo Celta .

Durante a Litha, a Música no Reino Etérico faz renascer a Magia das Delicadas e Alegres Flautas. Fadas, Elfos e Pã cantam e dançam vibrantemente ao som deste Mágico Instrumento.

Com tanta Alegria e Energia Positiva a espalharem-se pelo Ar, dizem ainda as Antigas Lendas Celtas que durante os Festejos da Litha, nós Mortais podemos com confiança e alegria em nossos Corações fazermos um Pedido ou Desejo aos Graciosos Elementais, em especial às Fadas e a Pã.

É Claro que o Desejo somente se realiza se a ninguém ele prejudicar !

COMO FAZERMOS NOSSO PEDIDO AOS ELEMENTAIS NO DIA DE LITHA

Escolhamos primeiro dentre eles, os Elementais mais Alegres e Festeiros, as Fadas e Pã.
Em seguida acendamos, de preferência em um lugar seguro ao Ar Livre uma Pequena Vela Verde para Pã e uma Vela Branca para as Fadas, e é claro coloquemos uma Alegre Melodia ao Som de Flautas.

Podemos acrescentar a este Ritual algumas Frutas da Estação e Docinhos bem Coloridos, acomodando-os em pratinhos também delicadamente coloridos e bonitos.

Feito isto, simplesmente deixemo-nos levar pelo Som Mágico das Flautas e dancemos com entusiasmo imaginando que estão a nos fazer companhia neste momento as Graciosas Fadinhas e o Travesso Pã.

Nossa Dança será interpretada pelos Elementais como um Gesto de Carinho e Reverência ao seu Amado dia de Litha e terá o Poder de Projetar e Construir no Plano Astral, aquilo que mais desejamos.

Se nosso Pedido for Nobre e Digno não tardará para que ele, através da Magia das Fadas e de Pã transforme-se em Realidade em nosso Plano Físico.

Aromas de Hortências...

Lilly Rose

OS QUATRO ELEMENTOS, SIGNOS E TALISMÃS



Texto de Lilly Rose adaptado de vários Autores em especial Júlia Maya- Despertar das Bruxas, Editora Madras e Skye Alexander - Astrologia Mágica, Editora Novo Século.

Imagem Fonte : glimboo.com

OS QUATRO ELEMENTOS DA NATUREZA E SEUS SIGNOS

Os Quatro Elementos da Natureza são o Fogo, Terra, Ar e Água, cada Elemento está associado a três Signos do Zodiaco revelando características de nossa Personalidade:

1) Elemento Fogo : Assim como a Energia do Sol ele é Forte , Luminoso e Intenso. O Fogo representa as pessoas dos Signos de Áries, Leão e Sagitário.

2) Elemento Terra : Como a Terra que está abaixo de nós proporcionando-nos Conforto, Estabilidade e Alimento, o Elemento Terra relaciona-se à Segurança, Permanência, aos afazeres do Reino Material.

A Terra dá forma concreta ao nosso Espírito, tornando-o evidente. A Terra representa os Signos de Touro, Virgem e Capricórnio.

3) Elemento Ar : Este Elemento simboliza o Plano Mental das Idéias, da Comunicação e do Pensamento Abstrato. Assim como o Vento o Elemento Ar é Instável, sem Forma, Incansável e Indomável.
O Ar representa os Signos de Gêmeos, Libra e Aquário.

4) Elemento Água :Fluída e Inconstante assim é o Elemento Água, como as Águas do Mar pode ser Calma ou Turbulenta.

Este Elemento é o da Emoção, dos Sonhos, dos Viajantes Solitários da Vida, das Intuições e Mistérios.

A Força da Água nos conecta aos outros e nos induz a interagir com nosso Ambiente. A Água representa os Signos de Câncer, Escorpião e Peixes.


TALISMÃS PARA OS SIGNOS ZODIACAIS

Talismãs são Objetos Mágicos que utilizamos para atrair algo de bom para nós, sem a ninguém prejudicar.

Os Cristais são ótimos para esta função pois basta limpá-los em água com Sal Grosso por alguns minutos, após os adquirirmos em lojas Esotéricas. Por exemplo peça por pedras roladas ou sem pontas que são bem baratinhas de comprar.

Uma vez que sua Pedrinha já tenha tomado seu Banho de Sal Grosso com Água, uma das maneiras mais simples de energizá-la com bons propósitos e a consagrar com Fé, é fazendo uma pequena Oração com suas próprias palavras às Forças Divinas e ao seu Anjinho da Guarda e pronto, seu Talismã já está apto a lhe dar uma forcinha "extra" para enfrentar o Cotidiano!

Segue-se aqui uma Lista de alguns Cristais de acordo com seu Signo e Elemento para auxiliá-lo(a) na escolha de seu Talismã:

A) Elemento Fogo, Signos Áries, Leão e Sagitário : Ágata, Citrino e Opala-de-Fogo.

B) Elemento Terra, Signos Touro, Virgem e Capricórnio: Hematita, Ônix, Pirita, e Olho-de-Tigre.

C) Elemento Ar, Signos Gêmeos, Libra e Aquário : Ametista, Hematita, Olho-de Tigre, Quartzo Rosa e Ágatas.

D) Elemento Água, Signos Câncer, Escorpião e Peixes : Água-Marinha, Lápis-Lazúli e Sodalita .


A PEDRINHA 12 EM UM - MAGNESITA

A Magnesita não é uma pedra fácil de ser encontrada mas boas Lojas Esotéricas as tem ou até podem encomendá-la para você( lembre, peça ela sempre na forma rolada).

Esta pedra pode ser um ótimo Talismã para todos os Signos ,ela nos traz Serenidade ,desintoxica nosso Corpo e nossa Alma e ainda nos torna mais Amorosos.

No Comércio normalmente a vendem com o nome errado de "Howlita".
Seu nome Magnesita está relacionado à sua Região de Origem, Mágnésia na Grécia.

Aromas de Rosas...
Lilly Rose

UM BANHO DE PURIFICAÇÃO OU DESCARREGO



Texto de Lilly Rose, adaptado da Revista Wicca " A Aura" de Eddie Van Feu, Editora Modus.

Imagem Fonte : glimboo.com

O.B.S : Este Banho Ritual não deve ser realizado por Crianças ou por Pessoas alérgicas às Ervas aqui utilizadas.

Existem situações e pessoas que ao cruzarem nosso caminho, simplesmente sugam nossa Energia Vital de maneira consciente ou não.

O Resultado são aquelas momentos em que sentimos cansaço, preguiça, dores nas pernas, costas, na nuca, falta de iniciativa, azares vindo em "carreirinha".

Tudo isto indica que nossa Aura ou Campo Energético está pedindo socorro, está em desequilíbrio.

Nestes momentos um Banho de Purificação ou Descarrego é mais do que bem vindo e nos ajudará a reequilibrar e curar nossa Aura, nos tornando fortes novamente para enfrentar com otimismo o dia-a-dia e a mistura de vibrações que os outros nos enviam constantemente.

Lembremos: O Banho de Purificação ou Descarrego, assim como outros Banhos Rituais, muitas vezes necessitam do complemento de Ervas e/ou Óleos Aromáticos.

Antes de sairmos por aí a comprar tais produtos devemos préviamente consultar um Homeopata ou Profissional Habilitado para verificar se não temos alergia a nenhuma das substâncias das quais iremos necessitar.

Para realizar este Banho de Purificação ou Descarrego o momento ideal é uma Segunda-Feira de Lua Minguante.

O.B.S: Em tais casos é muito importante consultar as Tabelas de Trânsitos Lunares para ver se nesta ocasião a Lua não estará fora de curso, pois Magias ou Rituais feitos nestes momentos costumam trazer resultados infrutíferos.

Para o Banho de Purificação ou Descarrego o melhor horário é a noite.

Antecipadamente devemos ir em Lojas Esotéricas ou em um bom Erveiro ou ainda em casas de Umbanda e comprar as ervas já secas e Sal Grosso( opcional ).

Para tanto podem ser utilizadas ervas vendidas em saquinhos, mas lembremos que se pudermos encontrá-las frescas é muito melhor, pois nesta condição elas potencializam a eficácia do Banho Ritual.

ERVAS NECESSÁRIAS AO BANHO RITUAL DE PURIFICAÇÃO OU DESCARREGO

Arruda, Guiné, Alecrim, Abre-Caminhos e Catinga de Mulata.

COMO PROCEDER

Ferver ligeiramente as Ervas, depois coe-las e as colocar em um balde bem limpo com cerca de 3 litros, deixar amornar. Se as Ervas forem frescas podemos macerá-las numa vasilha com água da fonte ( água mineral ).

Depois extrair o sumo das folhas e coar. Juntar com 2 litros de água da fonte também.

Tomemos então nosso Banho habitual e depois com delicadeza, despejemos o Banho de Ervas sempre da cabeça para baixo.

Enxuguemo-nos suavemente somente encostando a toalha em nosso corpo, usando sabonetes, shampoos e desodorantes neutros, e evitemos Perfumes nesta noite.

Feito isto coloquemos roupas claras bem confortáveis e então podemos ir dormir!


ORIENTAÇÕES SOBRE O USO DO SAL GROSSO NESTE BANHO RITUAL

O uso do Sal Grosso neste Banho é opcional, ele só deve ser usado após o Banho de Purificação ou Descarrego se quizermos fixar melhor suas Propriedades Mágicas.

Importante: Nunca devemos tomar Banho de Sal Grosso Puro, pois pode irritar nossa pele e ele irá fixar o que já está inserido em nossa Aura!

Sal Grosso deve sempre ser usado com moderação. É só lembrarmos de sua função na Cozinha, é apenas um tempero, na Magia também!

DESTINO A SER DADO AOS RESÍDUOS DO BANHO DE PURIFICAÇÃO OU DESCARREGO

Terminado nosso Banho Mágico antes de dormir de preferência, devemos jogar as ervas num mato, pode ser o quintal de nossa casa desde que contenha uma graminha viçosa.

Se não encontrarmos nenhum lugar assim para jogá-las, devemos embrulhá-las em um papel branco e após agradecermos mentalmente à Grande Mãe, aí sim poderemos jogar nossas ervas no lixo.

O ideal é sempre devolver as ervas à terra. Mas se, nem de um quintal dispusermos , podemos colocar as ervas num vaso com plantas ou em um matinho na rua próximo de nossa casa no dia seguinte.

Aromas de Petúnias...

Lilly Rose