sexta-feira, 21 de novembro de 2008

MÁGICO E ETERNO AMOR ENTRE O SOL E A LUA



IMAGEM DO FILME DE EDWARD KHMARA, EM DVD " O FEITIÇO DE ÁQUILA " ANO DE 1985



IMAGEM DO GRANDE GUERREIRO - SOL ETIENNE NAVARRE E SEU AMADO FALCÃO

Texto de Lilly Rose adaptado da Lenda "Ladyhawke" do Autor Edward Khmara, Complementação adaptação do Escritor Rubens Alves ( www.rubemalves.com.br ),Colunista da Revista Bons Fluídos, número 101 de Setembro de 2007.

Imagens - Fonte : http://www.adorocinema.com

O.B.S : Na Versão Cinematográfica de Ladyhawke de 1985, o Enredo não segue a Versão Final aqui descrita neste Post.

" MÁGICO E ETERNO AMOR ENTRE O SOL E A LUA - INSPIRADO NO ROMANCE "

" O FEITIÇO DE ÁQUILA "

O Reino Etérico é sempre Aberto a todos Nós Mortais, mas alguns de nós como os Poetas e/ou Escritores parecem posssuir uma conexão Livre de Plena Inspiração e Criatividade para nos apresentar Histórias Fantásticas do Reino Encantado.

Assim aconteceu com o Autor Edward Khmara ao escrecer sua Apaixonante Lenda " Ladyhawke " ou em português " O Feitiço de Áquila ", que no Ano de 1985 foi transformada em um Belo Filme de Magia e Amor , tendo como pano de fundo o Período Histórico da Idade Média.

O Filme, contou com Atores extremamente carismáticos como Rutger Hauer ( Etienne Navarre ) e a Belíssima Michelle Pfeiffer ( Isabeau D'Anjou ).



VAMOS CONHECER OU RELEMBRAR ESTA MÁGICA HISTÓRIA DE AMOR DIGNA DE UM CONTO DE FADAS

No Século XII ( Idade Média ) uma bela Jovem de Nome Isabeau, da Região de Áquila, França, apaixonou-se perdidamente pelo Valoroso Guerreiro-Sol Etienne Navarre.

O Amor entre estas Duas Almas fora traçado e celado entre as Estrelas do Céu e nada poderia separá-los exceto, a Alma Negra de um Bispo da Região que cobiçava a Jovem Isabeau, conhecida Magicamente em sua Aldeia como a Moça-Lua.

Enfurecido por não poder destruir tal Encantado Amor o Perverso Bispo, lançou-se de um Feitiço, para torturar e tentar separar os Jovens Amantes...

A Bela Isabeau durante o Dia transformou-se para desespero de Navarre ,em um Magestoso Falcão.

Isabeau passava seus Dias a Voar com tristeza esperando a Noite chegar...

Pois a partir do último pôr de Sol ,o Falcão transformaría-se novamente na Bela Mulher....

Por poucas Horas entre este Período até surgir o primeiro novo Raio de Sol, Etienne e Isabeau poderiam humanamente tocar-se, sentir seus Corações a pulsar celebrando seu Mágico e Vibrante Amor !!

Mas logo ao Amanhecer a separação dolorosa e cruel do Feiticeiro de Áquila fazia-se acontecer pela Magia das Trevas e Isabeau retornava à sua Forma Animal, o Falcão.

Navarre onde quer que fosse era acompanhado por seu Amado Falcão, que guardava em si toda a Essência de sua Querida Isabeau...

Ele acariciava suas penas o alimentava com desvelo, enfim tratava o Falcão com Eterna Paixão, pois tinha a Esperança de que um Dia O Feitiço fosse Quebrado !

Mas para sua Infelicidade a Crueldade do Feiticeiro de Áquila parecia não ter limites...

Seu Ciúme e Obsessão por Isabeau eram tamanhos, que ao saber que mesmo em forma de Animal Isabeau durante o dia não abondonava a companhia de seu Amor o Bravo Guerreiro-Sol, O Bispo de Áquila então lançou um feitiço sobre Etienne Navarre também...

Para que os Amantes não pudessem se encontrar por uma noite inteira, Navarre durante a Noite transformarse-ia num Lobo.

Assim os Encontros do Jovem e Apaixonado Casal ficariam reduzidos a efêmeros momentos entre o a Noite e o Amanhecer, mas com Navarre em forma de Lobo.

Mesmo assim durante a Noite Isabeau e seu Amado Lobo juntos permaneciam, e zelavam um pelo outro até o Amanhecer. Momentos antes do Despertar da Aurora ambos voltavam à sua Condição Humana e por alguns segundos apenas, poderiam-se tocar-se e trocar suas Juras de Eterno Amor.

Contudo, um dia O Bravo Guerreiro Etienne Navarre, já consumido pelo Amor por sua Isabeau, que só fazia crescer dentro de seu peito a cada dia, procurou um Feiticeiro de nome Merlim.

Merlim morava em uma Mágica Caverna na mais Alta Montanha da Região.

Lá chegando Navarre contou ao Mago toda sua triste História de Amor e o feitiço ao qual ele e sua Amada estavam submetidos, que parecia ser indestrutível e por toda uma Eternidade.

Pensando que o Poderoso Mago acabaria com seu terrível Sofrimento de Amor, surpreendentemente Merlim disse ao Nobre Guerreiro :

- Não posso e nem devo anular tal Feitiço, por pior que ele o parece a ti e a tua Isabeau, pois se assim proceder este seria o fim e a perdição de todo este Encantado Amor.

- A Magia nada Cria, só tem o Poder de trazer das Profundezas da Alma aquilo que lá já Existe !

- Sua Amada é como o Falcão Selvagem, um Ser Abençoado que voa Livre sem medo nas Alturas do Céu. E tu a amas pois reconhece nos olhos de teu querido Falcão toda a Natureza Selvagem de tua bela Isabeau.

- Já tua Donzela não menos Apaixonada, quando te enxergas na forma Animal de Lobo, continua a amar-te pois vês no fundo de teus olhos mansos, o Guerreiro forte e destemido, que anda corajosamente pelas Florestas Escuras!

- O Amor de vocês consiste exatamente neste Mágico Mistério Selvagem, se eu quebrar este feitiço, tu e tua Amada tornarse-ão apenas dois simples Animais Domésticos.
Tu não terás mais a chama deste Belo Amor e nem Isabeuau.

- Tu não terás mais Histórias das Matas Escuras para encantá-la com sua bravura e ela por sua vez, não terá mais também suas belas histórias dos Livres Vôos pelos Picos Gelados das Montanhas para te contar !

Deseperado o Guerreiro-Sol, sem compreender a Profundidade e Extensão de seu Amor, que fôra irônicamente Reforçado e Eternizado pelo próprio Feiticeiro de Áquila, pôz-se a chorar e então aos prantos perguntou ao Sábio Mago :

- Então Merlim , nosso Amor está Condenado ??

E o Mago lhe respondeu :

- Não, há Esperança Bravo Navarre, mas não da forma que imaginas tu e tua Isabeau...

- Vocês serão para sempre Selvagens e Apaixonados um Pelo Outro, mas cada Um em seu Mundo !

- Porém, amenizar o Feitiço de Áquila, isto farei por este Belo Amor que os Une :

- Quando o Sol se puser e a primeira Estrela aparecer, tu voltarás a ser o Guerreiro e Ela voltará a ser a Mulher ...

Neste Prolongado Momento então, vocês sempre se encontrarão por toda a Eternidade do Entardecer até o Amanhecer e sem nada a temer...

Assim Etiennne Navarre e Sua Bela Isabeau, compreenderam por fim a Extensão Infinita, Mágica e Poderosa de seu Amor.

Navarre, já ao entardecer saía da Caverna do Mago, em seu ombro levava seu Amado Falcão, ambos neste momento desciam em Paz juntos, da Montanha até a Planície.

O Rosto de Navarre, agora já não era mais de Angústia, estava Iluminado pelos Últimos Raios de Sol que se punham...

E foi então que no Meio do Céu O Guerreiro - Sol viu de fato a Primeira Estrela que aparecia no Horizonte, sua Amada Isabeau ....

Aromas de Luar...

Lilly Rose