segunda-feira, 13 de outubro de 2008

O TRISTE AMOR DO JOVEM ADÃO E SUA LILITH



Texto de Lilly Rose, adaptação de Antigos Manuscristos Hebráicos Pré-Cristãos e de Pesquisas Minuciosas de Rosane Volpatto.

Imagem Fonte : glimboo.com

O TRISTE AMOR DO JOVEM ADÃO E SUA LILITH

O Texto a seguir é uma Adaptação Criteriosa de Manuscritos das Primeiras Versões da Atual Bíblia Cristã, a qual hoje já não mais apresenta tais Relatos, alguns deles apresentam-se sem registros de seus Autores, pois datam de Épocas Anteriores ao Nascimento de Cristo, e também de Atuais Estudiosos dos Antigos Manuscritos Hebráicos. Há ainda a Colaboração Inestimável das Pesquisas de Rosane Volpatto.

Este Texto conta a História do Primeiro e talvez o Único Amor do Jovem Adão, sua Indomável Lilith, que mais tarde seria substituída na Atual Bíblia Cristã por Eva.

Antes de iniciarmos nossa História, que hoje tornou-se apenas uma Lenda, segundo relatos Bíblicos Jesus jamais aprovou o Mito de Lilith, nem suas implicações, nem os costumes Patriarcais que subjugassem a Mulher.

Lilith foi apagada da atual Bíblia Cristã, por ser uma personagem extremamente polêmica para a época em que a Bíblia estava sendo reestruturada e assim permaneceu até os dias de hoje, por respeito àqueles que tiveram a árdua tarefa de remontar a História do Maior Mestre e Profeta de todos os Tempos de nossa Civilização : Jesus Cristo.

A História aqui descrita então deve ser encarada tão somente como uma Lenda, que é de fato nisto em que ela hoje se tornou, portanto em momento algum deverá ser interpretada como desrespeito à Fé ou à Doutrina Cristã.


Através de Antigos Relatos Hebraícos Lilith teria sido a Primeira Mulher de Adão, criada a partir do próprio Corpo de seu Amado.

Mesmo apaixonados, Lilith era ousada e sensual demais e não aceitou submeter-se ao jugo de Adão. Vendo que sua Amada era extremamente voluntariosa o jovem Adão foi queixar-se ao Criador. Lilith estava desobedecendo as regras do Paraíso que incluíam submissão ao seu Amado Adão.

As reclamações de Adão logo surtiram efeito e o Criador a expulsou do Paraíso. Lilith foi banida para o Mar Vermelho, condenada a viver em total solidão.

Penalizado com a prostração em que ficou Adão após a partida de Lilith, o Criador tirou-lhe uma costela enquanto dormia e criou para Adão uma nova Companheira, de Nome Eva, cujo temperamento dócil e submisso enquadrava-se melhor às Expectativas Divinas.

Antes porém da criação de Eva, o jovem Enamorado Adão implorou ao Criador que trouxesse Lilith de volta. Mesmo sabendo do temperamento impulsivo de Lilith, o Criador mais uma vez penalizou-se de Adão e enviou para o Mar Vermelho três Anjos para resgatá-la, eram eles Senoi, Sansenoi e Samanglofop.

Ao encontrarem-na, Lilith continuou a recusar-se a retornar ao Paraíso pois acreditava que se ela e Adão haviam sido feitos do mesmo "barro", ambos eram iguais e portanto ela nãodeveria e nem aceitaria subordinar-se a Adão, mesmo amando-o muito.

Fazendo ameaças aos Anjos e esbravejando, é claro que Lilith ficou em péssima situação.
Os Anjos à esta altura já estavam cansados da" brigona" e dando a Missão como perdida e então resolveram afogar Lilith nas Águas do Mar Vermelho.

Muito astuta, então Lilith prometeu sossegar e não ameaçar mais ninguém em troca de sua Vida. Os Anjos concordaram ? Claro que sim!

Lilith sossegou ? Claro que não! À esta altura ela já estava cercada de Anjos- Caídos, que é claro só lhe deram péssimos conselhos.

Ao saber da existência de Eva, revoltada e enciumadíssima entre outras malvadezas, Lilith conseguiu com a ajuda de seus Anjos-Caidos entrar novamente no Paraíso desta vez, em forma de Serpente.

Teria assim induzido Eva a cometer o Pecado Original, ou seja quando Eva convidou Adão para comer a maçã, teria sido através das mãos de Lilith que ele a recebeu.
Tudo isto teria que acontecer assim, com tanta tristeza e dor ?
Segundo os Antigos Manuscritos Hebraícos sim, pois somente desta forma o jovem e apaixonado Adão amadureceria e poderia cumprir a Missão que o Criador lhe confiou.....


A REPRESENTAÇÃO DE LILITH NA ASTROLOGIA

Na Astrologia Lilith é associada à Lua, não exatamente a Lua em si, mas apenas ao seu Lado Escuro. Para nós, ela representaria o lado obscuro e secreto de nossa Personalidade.
Aquilo que relutamos em mudar para melhor ou que não temos coragem para fazê-lo. Na Astrologia Lilith é chamada de Lua Negra.

Como ela não é um Corpo Celeste apenas o lado escuro da Lua, os Astrólogos precisaram criar para localizá-la em Mapas Astrais, uma Tabela com referências nas órbitas Lunares associando Lilith ao ponto extremo em que nosso Satélite não recebe a luz do Sol.

Quando Lilith atravessa os Signos ela nos avisa que é chegada a hora de assumirmos as rédeas de nossa Vida.

Ou seja, ou aceitamos as coisas como estão ou então lutamos com todas nossas Forças para mudá-las, e é claro que somente para melhor e sem prejudicar ninguém!
É interessante observar como os Relatos Bíblicos e Astrológicos analisam Lilith sob aspectos ou pontos de vista completamente diferentes não é ?

Aromas de Hibisco...

Lilly Rose