sábado, 7 de junho de 2008

O REINO DE CAMELOT - UMA ENTRADA SECRETA PARA O MUNDO DAS FADAS ?


Texto adaptado dos estudos de Eddie Van Feu, Revista número 10 - Sonhos, Futuro e Magia, Editora Modus.
Imagem Fonte : glimboo.com

O Reino de Camelot foi palco de uma das lendas mais famosas do Mundo. A Hístória do Destemido Rei Arthur, sua paixão por sua bela Guenevière, seus valorosos Cavaleiros da Távola Redonda , o Enigmático Mago Merlin, a Irmã de Arthur a Fada Morgana.... Todos estes antigos e mágicos personagens já foram ao longo do tempo enaltecidos por poetas, escritores, dramaturgos e cineastas...

Mas uma pergunta tão mágica quanto a própria história ainda não foi respondida !
Camelot e seu valoroso Rei Arthur de fato existiram ? Bem, a localização exata de Camelot nunca foi determinada ao certo e o corpo do corajoso Rei Arthur jamais foi encontrado...

Para Historiadores O Reino de Camelot e seus inesquecíveis habitantes ainda é um tema digno de muitos estudos e aprofundadas pesquisas. Para aqueles porém, que como Oscar Wilde disse certa vez " acredito em tudo que é inacreditável...." Camelot não tem mistério algum, é Magia Pura, Natural e Bela, mas que o Ceticismo do Homem Moderno hoje nos impede de simplesmente acreditar !

Camelot era o Castelo do Rei Arhur e também Capital de seu grande Reino. Uma Antiga Lenda Celta já contava as aventuras deste grande Rei e os Historiadores acreditam que esta lenda foi sendo gradualmente adaptada ao longo do tempo.
Camelot foi provavelmente mencionada pela primeira vez em 1170 em um poema de Chrétien de Troys junto a um de seus mais famosos Cavaleiros da Távola Redonda, Sir Lancelot. No referido Poema não há qualquer registro concreto de localização de Camelot, nem mesmo se este fantástico Reino chegou a existir. No poema de Chrétien , a base principal de Arthur não chamava-se Camelot e sim Caerleon.

O Mesmo se dá em " Historia Regum Britanniae " de Geoffrey of Monmouth e várias literaturas posteriores até meados do Século XIII, quando finalmente o nome Camelot começou a se destacar.

Os Séculos se passaram e a Lenda ainda persiste fascinando gerações e gerações ...
E muitos pesquisadores também movidos talvez, pela Magia de Camelot não se cansam de procurar evidências de sua existência !

Por exemplo, em Somerset Inglaterra, existe um desenho com os doze Signos do Zodíaco em sua Topografia. Visto de cima, pode-se perceber nitidamente com a ajuda das florestas, morros, colinas e córregos o referido desenho que cobre aproximadamente 200 Km quadrados. Quem fêz esta fantástica descoberta foi a Artista Katherine Malwood no ano de 1929, quando trabalhava em uma nova versão da tradução do Livro " A Nobre História do Santo Graal " ou " Le Haur Livre du Graal ".

A referência para este livro teria sido um antigo texto em Latim das aventuras do Rei Arthur e seus Cavaleiros , escrito provavelmente na Abadia de Glastonbury, considerada no passado a Igreja mais Sagrada da Inglaterra e túmulo oficial do Grande Arthur.

As pesquisas de Katherine Malwood ainda revelaram além dos doze Signos Zodiacais, um Anel com mais de 16 Km de diâmetro. Katherine discerniu uma décima terceira figura fora do Anel, um Cão. Este seria "Langport", que de acordo com as Tradições Celtas, vigiaria a entrada para o secreto " Mundo das Fadas " chamado de " Annwn ".

Trezentos e cinquenta anos antes de Katherine Malwood descobrir este incrível Mapa Celeste, um certo Senhor chamado John Dee, que dentre suas inúmeras ocupações era Conselheiro Astrológico de Sua Magestade a Rainha Elizabeth I, também já havia percebido que as figuras Zodiacais não eram coincidência e que tinham propositalmente sido impressas naquela região, hoje chamada de Templo das Estrelas, por um Povo muito Antigo ( os Celtas ), cuja Sabedoria e Talento permaneceram em seus sinais. A Artista Katherine Malwood, que abandonou tudo para estudar sua enigmática descoberta, escreveria em 1935 um livro onde interpretava este Zodíaco como berço das Lendas Arthurianas.
O Anel de Signos, segundo Katherine seria a própria Távola Redonda. No Zodíaco Arthur seria Sagitário, Lancelot seria Leão, Guenevière, Virgem e Merlin Capricórnio.

Mito ou Verdade, o fato é que Glastonbury, é notóriamente uma região de grande Fascínio e Poder sentida por todos que a visitam . Suas Lendas, hitórias, seus personagens heróicos seriam apenas um reflexo mágico do que suas Pedras ainda escondem .... Camelot ? Annwn ? Avalon ?
A resposta estará em seu coração e nas Estrelas....

Aromas de Rosas Brancas...

Lilly Rose