quarta-feira, 21 de maio de 2008

CONHECENDO UM POUCO MAIS SOBRE OS DÓCEIS GNOMOS


Texto adpatado de " O Livro dos Gnomos ", Editora Pen e Revista Wicca número 12, Autora Eddie Van Feu, Editora Escala.

Imagem gentilmete cedida por Rosane Volpatto.

Os Gnomos, assim como os Elfos, são Elementais da Terra. Existem segundo Esoteristas Gnomos espalhados pelo Mundo todo. A Missão Divina dada aos Gnomos é a de cuidarem dos Animais e Plantas das regiões onde habitam.
Os Gnomos apreciam a Vida Familiar, sendo orientados por um Gnomo Rei. Estes símpáticos Elementais possuem uma vida longa, podendo atingir até 300 anos de idade.
Normalmente medem cerca de 15 cm de altura. Muitas vezes, embora diferentes, são confundidos com Anões. Possuem seus pés ligeiramente voltados para dentro e longas barbas. E apesar das restrições que normalmente fazem a nós Mortais, estes pequeninos Seres Mágicos apreciam imitar o Ser Humano em sua aparência . Suas roupas favoritas representam quase sempre Camponeses Europeus da Idade Média.

Em geral Gnomos preferem manter-se longe do Homem, pois bem sabem do que somos capazes em relação à destruição da Natureza. Mesmo assim, se adquirirem confiança em uma Família Mortal podem passar a protegê-la por gerações e gerações...
Gnomos são Seres extremamente dóceis e prestativos. Eles ajudam os Animais quando estes se machucam e as Plantinhas também.

Infelizmente para nós Mortais, o contato com Gnomos tem se tornado ao longo do Tempo
cada vez mais raro, pois diante do desrespeito à nossa Mãe Natureza, os pequeninos Gnomos estão cada vez mais ariscos e temerosos com a perspectiva de contato com Seres Humanos. Muitos Gnomos percebem também com muita tristeza, que o Homem Moderno sequer acredita em sua Existência, bem como na de outros Elementais.

Todos estes fatores tem levado Grupos de Gnomos para locais cada vez mais inacessíveis ao Homem, com medo de suas atitudes inconsequentes diante da Mãe Natureza. A descrença em sua Existência por parte de nós, também muito os magoa, pois passam a sentirem-se desnecessários e também impotentes diante da degradação ao Meio Ambiente que estamos causando...

Aromas de Margaridas...

Lilly Rose